Detonando a mídia

O festival de mensagens divulgadas pelo The intercept nos meses de junho e julho mostrou a hipocrisia de uma máfia disfarçada de imprensa, em meios de comunicação se escondem militantes da esquerda que abominam o diálogo e fazem ataques abertos ao presidente Bolsonaro sem se importar com a decência da informação. O plano vem sendo arquitetado desde meados de janeiro onde um deputado chamado Jean wyllis renúncia de forma inesperada e sem dar uma explicação exata, em outros textos escritos mostro a possível relação entre Adélio e Jean onde muitas semelhanças começam a aparecer e o certo medo de ser descoberto o faz fugir do país com a desculpa de estar sendo ameaçado. O humilhante ataque em Bolsonaro não foi levado a sério pelas autoridades e o delinquente foi considerado insano como o Jeffrey Dammer. A mídia vive constantemente em desespero quando em um breve relato de um dos advogados escapa, onde ele fala que a primeira parte do salário foi pago pelo mandante e o resto uma emissora está pagando, li errado, não, uma emissora está pagando os trâmites para a defesa de Adélio. O mandante desse sórdido e covarde ataque estaria dentro da mídia, mais especificamente no grupo globo?

Sobre as mensagens divulgadas pelo The intercept olha a informação mais concreta que temos para dar mais visibilidade ao plano sórdido da mídia, o “jornalista” Gleen Greenwald é casado com o deputado federal David Miranda do psol/RJ até fevereiro era suplente de Jean wyllis e agora mais essa ligação espantosa. Essas mensagens foram hackeadas por um grupo de hackers que eram do interior de SP e que estão presos após novas invasões em celulares de Paulo Guedes, Joice hasselman, Rodrigo Maia e etc. O principal alvo era o ministro da justiça Sérgio Moro e os procuradores da lava jato.

A trama internacional contra Sérgio Moro e a lava jato fracassou.
#GrennNaCadeia
👍 Próximo passo

Walter Delgatti Neto é o principal alvo da Operação Spoofing, que investiga o ataque hacker a Sergio Moro e outras autoridades.

“PF identifica movimentações de mais de R$ 600 mil nas contas de supostos hackers” https://t.co/Ux1xkF8rAd

https://t.co/JMVPVIeB4G

“Paulo Guedes critica jornalistas que expuseram supostas mensagens de membros da Lava Jato” https://t.co/v9A7N4zfgJ

Desde então o The intercept queria que essas mensagens fossem consideradas provas de crimes para incriminar Moro e a lava jato, mas a verdadeira intenção era soltar o presidiário Lula que ainda tem mais uma condenação a vista e não ficará por aí.

Bolsonaro diz que Greenwald pode pegar ‘uma cana’ no Brasil, mas não será extraditado
https://t.co/vtryrOUIsi

Novos episódios estão surgindo, a então ex deputada estadual e vice de Haddad, Manuela D’Avila sabia dessas mensagens e ficou calada como sendo cúmplice de um plano perverso da esquerda para destruir a credibilidade da operação lava jato.

Ela sabia do crime de invasão do celular antes de haver vazamento, mesmo assim não denunciou. https://t.co/voBzKIqyji

São as voltas que a vida dá e colheu o que se plantou são esses dois resultados da corrupção dentro da mídia que defende o crime e a desonestidade em nome do poder. A Globo perdeu milhões em publicidade e está usando a desonestidade para esfacelar a imagem de nosso presidente. O desenho da inconsolável queda de credibilidade está já desde de janeiro em ação quando a audiência despencou e o fato abalou a todos que até aqui já aconteceu mais de 25 demissões em massa, os acontecimentos dos últimos meses só comprovam que o povo finalmente abriu os olhos para quem é de fato a rede Globo.

Uma pequena nota de repúdio que a globo fez ao vivo em defesa a Mirian leitão me enoja completamente. Em um curto período ela ficou tão impotente que nem mais consegue justificar o motivo de defesa e ataca quem abriu os olhos para o que é o comunismo no meio do jornalismo. A Miriam leitão para quem não sabe esteve no partido comunista do Brasil e incitou a luta armada para derrubar o regime militar da qual o dono da rede Globo Roberto marinho, falecido em 2003, chamou de revolução democrática. Acredite ou não até hoje não foi respondido pelo Roberto D Ávila se Roberto marinho foi um democrata ou ditador, imagine a Mirian leitão ouvindo isso e chiando de raiva. Essa é a verdade!

Talvez esperemos um século ou nem isso para ver alguma nota de repúdio da globo sobre o vazamento da The intercept que foi sim um crime letal para a nação brasileira, um atentado contra a segurança nacional.

Mas em nota nesse pequeno texto sabemos quem é a mídia podre corrompido pela militância da esquerda. “Não tenho mais dúvidas sobre isso”.

#TragoVerdades e a verdade incomodará muita gente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s