Divisão de ministério de Sérgio Moro está fora de questão!

A vitória de Bolsonaro nas urnas ainda tem causado um grande impacto na mente dos jornalistas e adversários políticos. Existem ainda aqueles que não aceitaram ser derrotados nas urnas e aqueles que não querem perder o governo de vista, é o caso de ibaneis Rocha, governador do DF que pode estar ganhando algum terreno nessa história que correu pela semana que foi a possivel recriação de uma pasta ministerial que foi unificada pelo presidente Bolsonaro, à segurança pública seria tirada de Sérgio Moro e quem à receberia de presidente seria o aliado de Bolsonaro no DF, Alberto fraga.

Em reunião importante, vinte secretários estaduais da área de segurança questionaram a reputação moral de Moro e tentaram criar uma “crise” para tentar convencer o então presidente a outorgar separação da pasta imediata. Entre os secretários estava Maurício Barbosa, representante do governador Rui Costa da Bahia e que por coincidência está na secretaria de segurança desde o governo de Jaques Wagner do PT e imagine só a situação da Bahia enquanto este cuida da segurança pública em seu estado

https://g1.globo.com/google/amp/ba/bahia/noticia/cinco-das-dez-cidades-mais-violentas-do-pais-estao-na-bahia-aponta-estudo.ghtml?__twitter_impression=true

Em tempos de férias, políticos usam todas artimanhas para tentar reduzir o poder de quem está trabalhando de fato pelo Brasil, é uma experiência indesejada para o presidente ter que lidar com manipuladores que vivem movidos de inveja exatamente no momento que Sérgio Moro inicia uma campanha de combate ao tráfico de drogas e os bons números não param de crescer.

Mas o alerta é geral, há uma conspiração acontecendo no terreno de Brasília e ela é abertamente liderado pelo presidente da Câmara Rodrigo Maia, partidário do DEM, que inclusive é o mesmo partido do ex deputado Alberto fraga. O governador ibaneis Rocha não estaria contente com a decisão de Moro de transferir líderes do pcc para o presídio federal de Brasília, o que gerou desconforto na base do DEM já que os mesmos buscam um novo ministério para garantir o controle de toda política estratégica.

As palavras do general Augusto heleno, ministro do gabinete de segurança institucional serviu para amenizar o impacto dessa notícia. Logo o presidente também rebateu a falsa notícia e garantiu que não tem nenhuma intenção de recriar outra pasta para dividir os poderes dados à Moro.

Em meio a essa questão, uma fuga de presos do PCC em Pedro Juan caballero na prisão paraguaia que faz fronteira com o estado de Mato Grosso do Sul, deixou a mente da imprensa e dos inquietantes conspiradores meio bagunçado, mas para o desespero da organização criminosa, alguns já foram capturados e outros estão sendo procurados, lembrando que Sérgio Moro inicia um novo ano como ministro e já anuncia que aqui no Brasil eles não entrarão, como dito muito antes, não se terá diálogo com criminososo, como existia naquela época do PT, agora o Brasil tem presidente e ministro da justiça voltados para defender o cidadão de bem e ser o pesadelo dos criminosos.

A mídia é hipócrita quando se refere a Moro como retrógrado, uma vez que Sérgio Moro é o responsável pela maior operação de combate à corrupção do Brasil ; à lava jato.

E o compromisso com o país vem de mais tempos, quando estourou o petrolao, a lava jato ainda era desconhecida, surgia um herói que daria início ao resgate da moral e uma luz para se combater a corrupção de frente, é isso mesmo, o nosso hoje ministro da justiça e segurança pública, acelerou com eficiência os processos da lava jato e colocou poderosos detrás das grades e até o momento está defendendo com unhas e garras nossa pátria. Infelizmente o DEM essa facção que diz ser apoiadora do governo, mas com atitudes nocivas prejudicam o entendimento da moral, estão tentando derrubar a operação lava jato e derrubar a credibilidade de Sérgio Moro e Bolsonaro, tantando sempre desestabiliza-los com alguma intriga do Planalto.

O governo Bolsonaro prova de uma vez por todas que essa questão está encerrada e que Sérgio Moro é o nosso ministro da justiça e segurança pública, assim também deixa o recado que não mistura amizade com política. Essa é minha dedução pois sei bem Jair Bolsonaro e Alberto fraga são grandes amigos, e para ser sincero essa é uma atitude muito importante de um presidente, separar a amizade dos assuntos políticos.

Referências

1- https://www.google.com/amp/s/www.oantagonista.com/brasil/o-governador-por-tras-da-recriacao-do-ministerio-da-seguranca-publica/amp/

2 – https://renovamidia.com.br/bolsonaro-descarta-recriacao-do-ministerio-da-seguranca-publica/amp/?__twitter_impression=true

3-Confira quem foram os Secretários de Segurança Pública que tiveram a ideia de jerico de pedir ao Bolsonaro para tirar Moro do Ministério.

https://t.co/tgc8ltYC2M

4- https://veja.abril.com.br/blog/bahia/contestado-secretario-de-seguranca-da-bahia-e-mantido-por-rui-costa/amp/?__twitter_impression=true